Daniela Sallet é diretora estreante em cinema documental e assina roteiro e co-direção de Substantivo Feminino. Tem 24 anos de telejornalismo, onde atuou como repórter, produtora e apresentadora na RBS TV, Band RS e TV Assembléia RS. Nesta última, assinou direção e/ou roteiro de especiais sobre o Período Militar no Brasil e a série Lugares na área de turismo e viagens. É produtora associada da ficção baseada em fatos reais Simone (2013) dirigida por Juan Zapata. Em 2016 roteirizou e co-dirigiu especial sobre o protejo do gaiteiro Renato Borghetti que forma jovens músicos, exibido pela TVE RS.

Juan Zapata é colombiano, radicado no Brasil e atualmente vive em Los Angeles. Estudou direção e roteiro na EICTV de Cuba. Foi diretor do IECINE-RS em 2014. Conhecido e premiado diretor, que transita entre os gêneros documentário e ficção, seus filmes participaram de festivais como San Francisco, Cartagena, Mar del Plata, Tribeca (TCFF), Torino, Geneve, Bogotá, Uruguai, assim como dos mercados de Berlim, Cannes e Hong Kong. E foram exibidos em canais como Netflix, Fox, Terra, Canal Brasil, TV Portugal. Seu primeiro longa metragem de ficção, Simone foi lançado comercialmente em cinco países e obteve dois prêmios internacionais, na Argentina e Estados Unidos. O segunda longa ficcional, a coprodução Another Forever (2016) foi lançado em 10 países.