Blog

Jornal do Comércio

Affonso Ritter escreveu mais uma vez sobre o Substantivo Feminino! Desta vez, ele dedicou várias linhas ao documentário no site do Jornal do Comércio. Confira acessando a página ou clicando na foto abaixo!

Anúncios

Luiza Fritzen

A jornalista Luiza Fritzen publicou uma matéria detalhada sobre o documentário Substantivo Feminino. Ela não fala apenas sobre a produção do longa-metragem, mas também sobre a trajetória das ativistas ambientais Giselda Castro e Magda Renner. Vale a pena conferir! Além de informativo, o texto faz um belo resgate da vida e da luta dessas duas grandes mulheres. É possível ler na íntegra acessando o site do Jornal do Comércio ou clicando na foto abaixo.

ADFG

Em 13 de março de 1964, Giselda Castro e um pequeno grupo de senhoras da alta sociedade porto-alegrense fundaram a Ação Democrática Feminina Gaúcha. O objetivo inicial da ADFG era realizar um trabalho assistencial com foco na educação de jovens e na profissionalização de mulheres de baixa renda. Logo em seguida, Magda Renner passou a integrar a entidade. Motivadas pelas ideias do ambientalista José Lutzenberger, a ADFG passou a se dedicar também à causa ecológica. No documentário Substantivo Feminino, as ex-integrantes da ADFG Ilka Bopp e Sofia Renner lembraram o início da entidade e a atuação de Magda e Giselda em defesa do Meio Ambiente. Confira algumas fotos: